O que e Medicina Integrativa?


Por Dra. Marcela Menezes
24 de Janeiro 2018 14:04


Os registros da história da medicina mostram que o cuidado em saúde teve diferentes modelos, desenvolvidos de acordo com o contexto e as bases culturais e materiais de cada época. O modelo ocidental atual é o biomédico, o qual apresentou fantásticas soluções para problemas da saúde e doença. No entanto, há algumas décadas tem sido fonte crescente de insatisfação da população, devido a sua dicotomia do cuidado e à superespecialização nas diversas áreas da medicina.

Assim desde os anos 1970, iniciou-se um movimento buscando essa reestruturação do cuidado com o paciente, visualizando-o como um todo e focando o doente e não a doença.

Na definição do Consortium of Academic Health centers for Integrative Medicine, a Medicina integrativa e a pratica que reafirma a importância da relação entre medico e paciente, com foco na pessoa como um todo, embasada em evidencias e que usa todas as abordagens terapêuticas apropriadas para alcançar saúde e cura.

E uma abordagem de cuidados que integra o melhor da medicina convencional, com uma compreensão mais ampla da natureza da doença cura e bem estar.

E um processo onde visa a integralidade do ser humano, cada um em sua individualidade,na qual diversas formas de tratamento são utilizadas, levando assim para um caminho de cura, e não apenas de eliminar a doença ou um sintoma
E baseada em uma estratégia personalizada, onde leva em conta as necessidades, condições e circunstancias únicas para cada paciente.

Portanto, a Medicina Integrativa e uma forma de abordagem do paciente em todos os seus aspectos: físico, emocional, mental e espiritual, e que busca o restabelecimento do bem estar físico, mental e social do individuo.




Voltar     Home